Início » Imprensa » Notícias » Novos bairros e comunidades entram no cronograma de obras de esgoto

Imprensa

Notícias

Novos bairros e comunidades entram no cronograma de obras de esgoto

15/01/2020

O Sistema de Coleta e Tratamento de Esgoto de Tubarão já está em operação, atendendo cerca de 12% das unidades consumidoras, da área urbana, do município. Os investimentos em saneamento básico continuam e novos bairros e comunidades entram no cronograma de obras. Essa etapa beneficiará 3.416 unidades consumidoras, com quase 16 milhões em investimentos.

Para atender o percentual de 12% da população tubaronense e colocar o sistema em operação, foram investidos R$ 58 milhões, que resultou em uma Estação Elevatória de Esgoto, Estação de Tratamento de Esgoto e assentamento de redes. “Em virtude da construção da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), o início das obras teve um investimento maior, além do tempo de execução. Agora, a medida em que as redes são instaladas, a mesma ETE estará preparada, com capacidade para atender as novas ligações”, explicou o diretor da Concessionária, Marcelo Matos.

As unidades consumidoras já beneficiadas, fazem parte da bacia 13.3, que compreende parte dos bairros Recife, Centro e Vila Moema, totalizando 2.263 unidades consumidoras. Dessas, até esta terça-feira (14), mais de 1.900 residências ou estabelecimentos comerciais, já foram autorizados a utilizar a rede para o despejo de esgoto. “Os que ainda não foram notificados, precisam aguardar a conclusão de outras etapas, que complementam o sistema”, explicou Marcelo Matos.

Com o início das obras em novos bairros e comunidades, serão investidos R$ 16 milhões, para atender 3.416 unidades consumidoras com a coleta e tratamento de esgoto. As novas bacias atendidas são 13.2 e 14.0, que compreendem o bairro Passagem, a comunidade de Passo de Gado e parte dos bairros Recife e Santo Antônio de Pádua.

As obras serão executadas pelas empresas Brasil e Viasan, terceirizadas e acompanhadas pela Tubarão Saneamento. “Ao contratar essas empresas para este volume de obras, surgem novas vagas de emprego para diversas áreas. Essas contratações ocorrem por mediações do Sistema Nacional de Empregos (Sine). São muitas oportunidades, quem tem interesse, deve estar atento e em contato com a entidade”, explicou Marcelo.

Pendências na região Central
Para concluir os trabalhos da bacia 13.3, na região Central, duas etapas ainda precisam ser executadas. Uma delas é o assentamento de redes de esgoto na Rua Coronel Colaço, na esquina com a avenida Marcolino Martins Cabral, que apesar de já ter sido aberta em algumas oportunidades, ainda não pôde ser finalizada. No local existe a passagem de cabeamento de uma instituição financeira, envelopados em concreto, com presença de rochas, o que limita as possibilidades de intervenção. O trabalho será reagendado, com necessidade de atuação por até 7 dias.

Outra pendência está entre as ruas Vidal Ramos e Tubalcain Faraco. Neste trecho, por conta da ação gravitacional, seria necessária a abertura de uma vala com até 5 metros de profundidade, o que demandaria até 60 dias de trabalho, com intervenções no trânsito local e o barulho de máquinas trabalhando, impactando principalmente o Hospital Nossa Senhora da Conceição. Para buscar outra alternativa, a Concessionária revisou o projeto e optou por implantar no local uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE), minimizando o impacto e agilizando o tempo de entrega da obra. A EEE será instalada na Praça Walter Zumblick.

Fonte: Assessoria de Comunicação