Início » Imprensa » Notícias » ETE entrou em operação nesta quarta-feira (30)

Imprensa

Notícias

ETE entrou em operação nesta quarta-feira (30)

31/10/2019

A Estação de Tratamento de Esgoto Figueira (ETE) entrou em operação nesta quarta-feira (30) para início do comissionamento. A obra realizada pela Tubarão Saneamento, que iniciou em março de 2018, teve mais de R$ 21 milhões em investimentos. A estrutura tem capacidade para atender até 25% da população tubaronense, tratando 75 litros de resíduos por segundo.

A ETE Figueira é uma das estruturas que fazem parte da primeira etapa do sistema de coleta e tratamento de esgoto, que compreende também os 2.400 metros de coletor tronco, 30 mil metros de rede coletora, 4.600 metros de linha de recalque e 280 metros de emissário final. No total foram investidos aproximadamente R$ 60 milhões.

As obras continuam na Cidade Azul e, até o término do contrato de concessão, quase todas as residências da área urbana do município terão o esgoto coletado e tratado. “Ao concluir o assentamento de redes nos primeiros bairros beneficiados (Recife, Centro e Vila Moema), ainda em andamento, o trabalho continua nos bairros adjacentes, conforme planejamento técnico” explicou o diretor da Tubarão Saneamento, Wagner Souza.

Os tubaronenses que residem nos bairros contemplados na primeira etapa, devem realizar a obra residencial e aguardar a autorização para se conectar na rede de esgoto. Em caso de dúvidas é importante contactar a Central de Atendimento da Tubarão Saneamento, pelos telefones 0800 648 9596 e (48) 3052-7400, ou via WhatsApp em horário comercial pelo número (48) 99168-5827.

Por que é importante tratar o esgoto?
A água está presente em nossas vidas o tempo todo. No banho, para lavar roupa, lavar a louça, na descarga do vaso sanitário, e por aí vai. Já parou para pensar para onde vai essa água depois de dar a descarga? Após a utilização humana, essa água torna-se o que chamamos de esgoto, pois carrega inúmeros resíduos e microrganismos que podem causar doenças e contaminar o meio ambiente.

Com a implantação do sistema de coleta e tratamento de esgoto em Tubarão, o esgoto das residências deixará de ir para o meio ambiente, onde contamina os córregos, rios e o lençol freático. “Essa obra é um marco para a cidade, Santa Catarina tem um cenário ruim e Tubarão muda este histórico, sendo uma das poucas cidades do Sul com altos investimentos para conquistar a universalização dos serviços de saneamento”, explica o diretor da Tubarão Saneamento, Marcelo Matos.

Segundo o Instituto Trata Brasil, pouco mais da metade da população brasileira tem seu esgoto coletado, e apenas 45% de todo o esgoto gerado é devidamente tratado. É como dizer que quase 6 mil piscinas olímpicas de esgoto são despejadas em rios e mares a cada dia.

Uma homenagem ao município e às comunidades
A Estação de Tratamento de Esgoto Figueira, instalada na Estrada Geral de Congonhas, na comunidade de Morrinhos, carrega em seu nome uma homenagem ao município de Tubarão, que conforme o Decreto 1969/2000, a Figueira é a espécie que representa a Cidade Azul.

Isso porquê ela constitui a Floresta Aluvial, que se estendia ao longo do Rio Tubarão e seus afluentes e a Floresta das Terras Baixas, que cobria grande parte das planícies da região de Tubarão. “É uma homenagem também para a região onde a ETE está instalada (Morrinhos e Congonhas) que contam com belos exemplares da espécie”, destacou o diretor da Tubarão Saneamento, Paulo Canalles.

Fonte: Assessoria de Comunicação