Início » Imprensa » Notícias » Setorização auxilia na melhoria do abastecimento de água de cada região

Imprensa

Notícias

Setorização auxilia na melhoria do abastecimento de água de cada região

16/07/2014

Atualmente o índice de perdas nas Concessionárias distribuidoras de água do Brasil alcança valores, em média, superiores a 40% do volume produzido, dificultando o equilíbrio de pressões na rede de distribuição. Com foco na melhoria contínua do abastecimento e a qualidade da água fornecida, a Tubarão Saneamento tem implantado programas e executado obras que asseguram ao município a isenção deste indicador.

O projeto de setorização é uma excelente forma de controlar este problema, pois permite trabalhar de forma específica em cada campo. Ele integra interligações de redes existentes, construções de novas, mapeamentos de pressão, pesquisas de vazamento, mapeamento do sistema para o bombeamento adequado às regiões da cidade entre outras intervenções.

De acordo com a direção da Concessionária, este sistema também permite a realização de manobras e intervenções no sistema sem inutilizar todo o sistema. “O objetivo é minimizar a quantidade de vazamentos na rede de distribuição, além de diminuir o intervalo no desabastecimento, caso haja necessidade de algum reparo na rede.

A metodologia que está sendo empregada pela Tubarão Saneamento para projetar e implantar os setores é baseada na instalação de DMC’s (Distrito de Medição e Controle). Os estudos de concepção dos setores e DMC´s são desenvolvidos a partir do levantamento em campo, das condições reais de operação do sistema, por meio de medições de vazão e mapeamento de pressões. 

“Cada DMC possui sistema de medição de vazão e se necessário um sistema de controle de pressão. As variáveis de pressão e vazão são monitoradas constantemente, por meio de uma metodologia de gestão simples e eficaz. Este trabalho possibilita nortear investimentos e buscar reduções, melhorando assim o abastecimento e desperdício. A prioridade é assistir regiões com maiores perdas, via monitoramento online”, destaca a direção.

Fonte: Assessoria de Comunicação